Espaço do Leitor

Neste espaço são divulgados textos dos nossos leitores que são enviados para o e-mail do Portal, os textos podem ser comentados pelos demais visitantes, salientamos apenas que seu texto deve estar identificado. Se quiser participar, envie seu texto, foto ou outro tipo de mídia para o e-mail visitepiata@hotmail.com ou Clique Aqui! 

OBS: O material recebido é reproduzido na íntegra, não divulgaremos material com ofensas e nem que citem nomes de terceiros que não seja da própria pessoa que assina o texto.

Eco- ou Eca?

 

Cidades supostamente eco-turísticas mergulham na sujeira da incompetência administrativa. Um exemplo: Piatã, Chapada Diamantina, Bahia.

 


 

Se na tua casa quebrar um cano de esgoto, vai demorar quanto tempo pra (mandar) concerta-lo? Um dia? Uma hora? Menos?

Pois é. Vai resolvê-lo o mais rápido possível. Como o bom senso manda. Como é normal. Como é lógico.

Porem, na bela cidade eco-turística de Piatã, Chapada Diamantina, Bahia esta lógica está um tanto pervertida. Virou, antes, cidade eca-turística.

Na foto se vê a Rua do Ribeiro que é acesso direito para os moradores dum bairro popular inteiro ao centro e a feira da cidade. Esta rua única, no entanto, durante a metade do ano (ou mais) é de fato esgoto ao ar livre. Que num trecho de várias centenas de metros rotineiramente obriga os mais esportivos a pularem que nem gafanhoto para evitar contato direito com a sujeira nociva e que impossibilita para os moradores mais idosos e as mães com crianças de colo e os rapazes que carregam coisas pesadas a passagem sem se sujar e/ou infectar. Fato que consta inclusive uma lesão de seu direito constitucional de ir e vir livremente. E é afronta até dos princípios fundamentais da Constituição. Da dignidade da pessoa humana. Da inviolabilidade do direito à vida e à segurança.

 

O nosso ilustre prefeito atual do PP, que brilha com sua crônica ausência do município que (não) governa, não é competente (nem disposto) o suficiente para (mandar) concertar um pedaçinho dum cano de plástico dentro de uma hora. Ou, ao menos, num dia. Acreditem ou não: Desde que quebrou pela, até agora, última vez no dia 13 de setembro nada foi feito.

 

Ora, 56 dias!

 


 

56 dias que um bairro inteiro (que o nosso ilustre não precisa mais, já que está no segundo mandato) é condenado a pular e pisar na merda. Certamente porque se trata de um prefeito de (...) mais profunda incompetência. Em termos administrativos e, pior!, em termos éticos. Porque onde ele tem casa (e cavalos) tudo ta sempre filé. Com nosso dinheiro supostamente público tornado aparente e milagrosamente um tanto privado ou, ao menos, preferencial.

Venha, então, curtir suas férias ecológicas no nosso bairro. Faça esporte que nem a gente, pule de ilha em ilha (se conseguir) na nossa Rua do Esgoto Aberto. Come um bife duma das vacas nutridas pelo esgoto. Ou uma galinha caipira que morreu bebendo e andando nele. Certamente uma aventura fina. Não é?

Aqui em Piatã, Bahia a incompetência e a omissão são xarás: Alencar.

 

Sem mais (por enquanto),

Ardaga C. Widor

Morador da Rua do Ribeiro vulgo Rio de Esgoto 

Comente esta matéria.

o mesmo

ardaga 20/11/2010
Caros amigos e zeladores de Piatã:
Para continuar fiel à verdade temos de corrigir a denúncia acima transportada. Hoje, no dia 20 de novembro de 2010, são 69 dias (e não mais 56) que a atual des-prefeitura se comprova incapaz e/ou sem vontade de concertar aquele pedacinho de cano plástico que estava e continua transformando nossa rua em cloaca aberta, impedimento da locomoção livre e transmissor de doenças.
Com as bem-vindas chuvas dos últimos dias a omissão administrativa conseguiu piorar mais ainda nossa situação de abandono e risco crônicos. Abriram-se crateras em plena rua.
Já que não podemos esperar mais nada de tal des-administração documentamos durante todo este tempo o des-caso em questão e enviamos as provas ao julgamento do Ministério Público a respeito a sua essência criminosa.
Mesmo sendo moradores de um bairro popular com baixo poder aquisitivo continuamos sendo seres humanos com direitos humanos. Mesmo tendo nosso bairro do Ribeiro o apelido pouco lisonjeador de “Favelinha” temos cidadania sim! E a aplicamos agora.

o mesmo

ardaga 02/12/2010
02 de dezembro de 2010: Agora são 81 dias. Perto de 2000 (duas mil) horas de NADA feito.

o mesmo

ardaga 21/12/2010
21 de dezembro de 2010: Agora são 100 dias que a atual prefeitura que nos somos forçados a pagar mês por mês nos obriga a andar diariamente na merda. 100 dias = 2400horas! Sem competência nem vontade de fechar um buraco num cano de plástico ou emendar um pedaço novo! (Enquanto construíram em poucos dias toda parafernália natalina na praça...)
O quê você faria com seu pedreiro e seus x ajudantes que paga para trabalhar na sua casa numa situação deplorável assim:

a) Mandar ao diabo? (Mas será que existe?)
b) Tornar rés na justiça? (Mas será que funciona? Sem, ao menos, promotor presente?)
c) Impedir que jamais conseguem outro emprego? (Exteriorizando, espalhando sua justa revolta?)
d) Olho por olho? (Despejando a merda na entrada da casa deles? Durante 100 dias e noites?)

Novo comentário